fim emissor gratis nf-e 650x340

Desde que a Sefaz de São Paulo informou o fim do emissor gratuito muitos empresários tem buscado alternativas para continuar emitindo suas Notas Fiscais Eletrônicas (NF-e ou NFC-e).

Devido à ampla adesão das empresas aos sistemas de gestão particulares, a maioria dos contribuintes deixou de utilizar o emissor gratuito. A Sefaz (Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo) informou em nota, que a partir de janeiro de 2017 os aplicativos gratuitos para emissão da NF-e (Nota Fiscal Eletrônica) e do CT-e (Conhecimento de Transporte Eletrônico) serão descontinuados. Os aplicativos foram desenvolvidos pela Sefaz/SP e o fim do emissor deve atingir usuários em todo o Brasil.

Segundo o contador e advogado Ronis Ferreira de Almeida, da Pacto & Byte’s de Bandeirantes, a alteração vem baseada em um levantamento realizado pela Sefaz que aponta que o total de NF-e’s geradas, por empresas que optaram por emissores próprios, somam 92,2%, e no caso do CT-e, esse número chega a 96,3%. “Com esta análise em mãos, a Secretaria de Fazenda de São Paulo, que desenvolve o emissor gratuito, verificou que a maioria dos contribuintes já deixou de utiliza-lo e optou por soluções próprias, há bastante tempo”, mencionou. Desde o comunicado, os contribuintes que tentam fazer o download dos emissores recebem a informação sobre a descontinuidade do uso dos aplicativos gratuitos e são orientados pela Secretaria da Fazenda, que façam a migração para soluções próprias antes que a introdução de novas regras de validação da NF-e e do CT-e entrem em vigor.

“Para os empresários esta mudança traz vários benefícios. Um software de gestão, diferente do gratuito que apenas emite o documento fiscal, ajuda o empresário a administrar melhor sua empresa.

Citaremos apenas 10 dos vários benefícios que o software de gestão traz para uma empresa:

  1. Centralização de informações, tudo será lançado e registrado em um único lugar;
  2. Controle de compras;
  3. Controle de vendas;
  4. Busca rápida de informações seja por filtros ou relatórios;
  5. Cadastro de clientes, inclusive podendo verificar seus históricos de compras e pagamentos;
  6. Cadastro de produtos;
  7. Integração com os sistemas contábeis, o que facilita e agiliza muito a contabilidade da empresa;
  8. Processos mais rápidos, como vendas informatizadas e emissão da Nota Fiscal Eletrônica;
  9. Economia com diminuição de papéis e de arquivos para armazená-los;
  10. Segurança em suas informações”, elencou Ronis.

Empresários do Município e da região que utilizam o emissor gratuito e não querem correr o risco de parar as suas operações, podem contar com uma opção bem acessível: o Memphis – Gestão Empresarial. “O sistema Memphis – Gestão Empresarial é desenvolvido pela Pacto & Byte’s que atua neste segmento há mais de 20 anos. Centenas de empresas da região usam o Memphis para emitir suas notas e controlar sua empresa. Vale ressaltar que a central comercial e de atendimento está em Bandeirantes”, enfatizou Ronis.

Além da emissão de notas fiscais eletrônicas, o sistema oferece todo o controle Financeiro (Contas a Receber, Pagar, Fluxo de Caixa), Estoques, Compras e Faturamento. O investimento inicial para as microempresas é de R$ 300,00 para implantação e mais R$ 120,00 de mensalidade por módulo utilizado. “O valor é bastante acessível se comparado aos preços praticados no mercado”, reforçou.

Para saber mais informações sobre o sistema basta entrar em contato com a Pacto & Byte’s através do telefone fixo (43) 3542-4317, telefone celular (TIM) (43) 9952-4364 ou através do site pactoebytes.com.br ou acessar este link.

Comentários

Comentários