black_friday_2016_650x340

Se você é um usuário ativo de redes sociais ou de repente resolveu dar uma espiadinha nelas esta semana, ou ainda acessou algum site de compras nos últimos dias, provavelmente você já viu a expressão “Black Friday” e deve ter ser perguntado :

O que afinal isso significa?
A moda começou nos Estados Unidos e trata-se de um dia de grandes descontos em lojas, onde produtos de grande procura são oferecidos por preços bem abaixo dos atualmente praticados pelo comércio. Na quarta quinta-feira do mês de novembro os americanos comemoram o dia de Ação de Graças (Thanksgiving Day) e no dia seguinte já virou tradição comemorar o  chamado “Black Friday”. Trata-se do dia no qual lá nos Estados Unidos o período de compras natalinas tem início. Portanto, toda sexta-feira após o Thanksgiving Day é o que eles chamam de Black Friday.

O curioso é que lá nos States, embora não seja um feriado nacional, várias empresas americanas dispensam os funcionários só para que eles aproveitem as promoções e descontos oferecidos. É algo realmente impressionante, um negócio de louco. Aqui no Brasil as grandes lojas resolveram adotar o costume americano e fazer o mesmo: oferecer descontos incríveis para dar aquele pontapé no período de compras para o Natal. Entre as participantes pode-se citar : Magazine Luiza, TAM, Americanas.com, Netshoes, Walmart, Consul, Shoptime, Submarino entre outras.

Agora vem a parte que nos diz respeito. Sobre a origem do termo “Black Friday” há duas teorias possíveis. A primeira diz que as pessoas iam de carro até o centro da cidade de Filadélfia para fazer suas compras. Essa invasão de carros deixava marcas escuras nas ruas do centro da cidade, os policiais ficavam loucos tentando controlar o trânsito (carros, pedestres, bicicletas, charretes, etc.) e, portanto, eles – os policiais – começaram a chamar essa sexta-feira de “Black Friday”.

Outra teoria diz que “Black Friday” está relacionada às cores usadas para registrar as perdas e ganhos nos registros contábeis de um comércio. Assim, a cor vermelha era (e ainda é) usada para representar as perdas. É daí que vem a expressão “estar no vermelho” (be in the red). Já a cor “preta” (black) era usada para indicar os ganhos. Como nesse dia de abertura das compras natalinas, os comerciantes registravam mais ganhos que perdas, eles a chamavam de “Black Friday”.

Agora você que é contador tem mais um motivo para a se orgulhar de sua profissão, a Black Friday foi inspirada também em seu trabalho.

Comentários

Comentários