No Brasil, as mulheres na tecnologia da informação representam apenas 20% dos profissionais da área. Aqui e no resto do mundo, é fácil perceber como o público masculino ainda é majoritário na área de tecnologia. Mas essa é uma realidade que está se alterando.

Mesmo com a desigualdade salarial, o preconceito e outros fatores desanimadores, a Women in Tech 2018 fez uma pesquisa na qual puderam observar que as jovens de hoje têm 33% mais predisposição para estudarem ciência da computação quando comparadas àquelas que nasceram até o meio dos anos 80.

Portanto, trouxemos algumas das mulheres mais poderosas da TI que, mesmo neste cenário, inspiram e revolucionam gigantes empresas e negócios da tecnologia. Confira!

1. Susan Wojcicki

CEO do YouTube e considerada a 12ª mulher mais poderosa do mundo pela revista Forbes, Susan Wojciki já foi citada como uma das mulheres mais influentes e poderosas da tecnologia diversas vezes.

Os fundadores da Google, Larry Page e Sergey Brin, montaram o escritório na garagem de Susan. Ela se tornou gerente de Marketing da Google em 1999, trabalhou na Intel, foi consultora de gerenciamento na Bain & Company e na R.B. Webber & Company.

Ela ajudou a desenvolver ferramentas de sucesso da Google, como o Google Imagens e o Google Books. Já foi enaltecida pela revista Forbes, pela Vanity Fair e pela Fortune. Com uma fortuna de aproximadamente 26 bilhões de dólares e mãe de cinco filhos, ela é um símbolo de equilíbrio entre carreira e família.

2. Virginia “Ginni” Rometty

Ginni, como é chamada, é a atual CEO e Chairwoman da IBM desde 2012, e é a primeira mulher a ser líder da centenária companhia. Antes de se tornar CEO, trabalhou na empresa por 30 anos, ocupando posições de Vice-Presidente Sênior e Executiva de Vendas, Marketing e Estratégia.

Bacharel em ciência da computação e engenharia elétrica, Ginni trabalhou para o General Motors Institute e entrou na IBM como engenheira de sistemas. Citada por diversas revistas e incluída em vários rankings, Ginni alcançou o topo da lista de mulheres mais poderosas dos negócios em 2012, pela revista Fortune.

3. Ursula Burns

CEO da Xerox, Ursula Burns é a primeira mulher negra a dirigir e liderar uma corporação nos Estados Unidos. Mestre e bacharel em Engenharia Mecânica, Ursula começou na Xerox como estagiária, em 1980. Em 2009, depois de construir uma célebre carreira na empresa, foi nomeada CEO, sucedendo Anne Mulcahy.

Ursula não é só diretora executiva e presidente da Xerox, mas também é diretora do conselho da American Express Corporation e Exxon Mobil Corporation, ativista em ONGs como a FIRST e foi nomeada pelo ex-presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, como vice-presidente do Conselho de Exportação do Presidente.

4. Safra Catz

Com bacharel pela Wharton School e doutorado em jurisprudência, Safra é presidente e CFO da Oracle. Ela entrou na empresa em 1999 e atua como presidente desde 2004. É membro da diretoria desde 2001 e há dez anos ocupa também a posição de diretora do Grupo HSBC.

Ela está na 23ª posição de mulher mais poderosa no ranking da revista Forbes. Em 2014, ficou em segundo lugar no ranking de melhor salário com a quantia de US$ 71,2 milhões.

5. Sheryl Sandberg

Sheryl é a COO do Facebook e braço direito de Mark Zuckerberg. Ela ocupa o cargo desde 2008 e desde 2012 é membro do conselho de administração da empresa, sendo a primeira mulher a ocupar a posição. Antes de entrar no Facebook, Sheryl foi Vice-Presidente de Operações do Google. Também trabalhou no Departamento do Tesouro norte-americano como chefe de pessoal.

Sheryl foi eleita pela Forbes a 10ª mulher mais poderosa do mundo e entrou no ranking das cem pessoas mais influentes do mundo pela revista Time. Ela é autora do livro Faça Acontecer, no qual aborda as dificuldades e desafios que as mulheres enfrentam em suas carreiras. Confira sua palestra no TED Talk “Por que temos tão poucas líderes?”

4. Margaret “Meg” Whitman

Meg é uma executiva estadunidense nascida em Nova York. Graduada em Economia pela Princeton e com MBA em Harvard, ela já atuou em grandes empresas, como a Walt Disney Company, a DreamWorks e a Hasbro.

Assumiu o cargo de CEO do eBay em 1998 e concorreu à governadora da Califórnia em 2010. No ano seguinte, se tornou CEO da HP, empresa onde permaneceu até 2017. Meg foi considerada a quarta pessoa mais rica do estado da Califórnia, em 2010, com o patrimônio de US$ 1,3 bilhões.

7. Cher Wang

Co-fundadora e presidente da HTC (empresa que fabrica um de cada seis smartphones vendidos nos Estados Unidos, fundada em 1997), Cher é considerada uma das mulheres mais poderosas e bem-sucedidas da tecnologia. Seu pai, Wang Yung-ching, fundador da Formosa Plastics Corporation, foi considerado uma das pessoas mais ricas do Taiwan.

Cher foi listada pela Forbes como a 54ª mulher mais poderosa do mundo. Ela também tem dois filhos e é uma forte filantropa, fazendo constantes doações e ações de caridade para instituições. Por exemplo, em 2012, Wang doou 6000 tablets HTC Flyer para 60 escolas de ensino médio em Taipei.

8. Angela Ahrendts

Angela é empresária e vice-presidente da Apple. Ela foi CEO da casa de moda Burberry de 2006 até 2014, quando deixou a empresa para ocupar o cargo na Apple. Ela ficou em 25º lugar na lista das mulheres mais poderosas do mundo em 2015, foi a 9ª mulher mais poderosa do Reino Unido na BBC Radio 4 Woman’s Hour 100 Power List e 29ª na lista da Fortune de 2014 das mulheres mais poderosas do mundo em negócios. Ela também foi membro do conselho de negócios do primeiro-ministro do Reino Unido até 2016.

Fonte: Siteware

Comentários

Comentários